Central de Apoio ao Internauta
 Spam voltar
 

Mantenha o e-mail indesejado longe de sua caixa de entrada. Tenha à sua disposição três ferramentas muito úteis que o ajudarão a reduzir a quantidade de e-mail indesejado que você recebe.

UTILIZE A TECNOLOGIA DIPONÍVEL PARA BLOQUEAR AS MENSAGENS DE EMAILS INDESEJADAS

Alguns estudos realizados mostram que os e-mails indesejados constituem aproximadamente 80% da totalidade dos e-mails transmitidos. É uma porcentagem muito alta. Entretanto, você talvez só tenha acesso a uma pequena porção desse dilúvio, pois muitos provedores de serviço de Internet (ISP) ou até mesmo os programas de e-mail costumam proporcionar filtros de defesa contra esses e-mails.

Por exemplo, o MSN Hotmail utiliza a tecnologia Microsoft SMARTSCREEN e outras ferramentas para evitar que mais de 3,2 milhões (sim, é essa a cifra) de mensagens diárias alcancem seu destino: as caixas de entrada de seus clientes. Você também pode aproveitar a tecnologia para fazer frente aos e-mails indesejados capazes de enganar os filtros.
    O Microsoft Outlook e o MSN Hotmail contam com defesas sólidas integradas contra e-mails indesejados. Se você quiser assim, pode controlar essas defesas. Confira como incrementar seu nível de defesa contra e-mail indesejados no MSN Safety Resource Centre.

Certifique-se de que os filtros utilizados funcionem do modo correto. Se você configurar seu filtro com o nível de restrição mais alto possível, algumas mensagens legítimas acabarão na lixeira eletrônica junto com o resto dos e-mails suspeitos. Reduza o nível de restrição ou verifique a pasta de e-mail indesejado periodicamente para garantir que não contém mensagens que lhe interessam.

BLOQUEIE AS MENSAGENS INSTANTÂNEAS INDESEJADAS

Além de tomar as precauções normais, o bloqueio de mensagens instantâneas indesejadas (spim) constitui sua melhor defesa. Se você utiliza o MSN Messenger ou o Windows Messenger, leia Como reduzir as mensagens instantâneas indesejadas.

BLOQUEIE AS IMAGENS

Do mesmo modo que um farol transmite mensagens por meio de um facho de luz, as imagens em mensagens de e-mail (também chamadas de "Web beacons") podem se adaptar para enviar mensagens ao remetente. Os criadores de e-mails indesejados se baseiam nessa informação para localizar os endereços de e-mail ativos. As imagens também podem conter código mal-intencionado permitindo que as mensagens enganem os filtros. O melhor que você pode fazer contra esses "web beacons" é impedir o download das imagens até que possa verificar a mensagem em questão. De forma predeterminada, o MSN Hotmail e o Microsoft Outlook 2003 bloqueiam o download de imagens incluídas em mensagens enviadas a partir de endereços que não se encontram em seu catálogo. Adicionalmente, o Outlook Express incrementa o nível de proteção contra os “Web beacons” se for utilizado junto com o Windows XP Service Pack 2.

ATUALIZE OS FILTROS

Atualize seus filtros. Os criadores de e-mail indesejado trabalham constantemente para encontrar formas de enganar os filtros. Por isso, mantenha em dia seu filtro contra e-mail indesejado. Se você utiliza o Outlook 2003, acesse os Downloads do Office e clique em Verifique se há atualizações.

TENHA CUIDADOS AO COMPARTILHAR SEU ENDEREÇO DE EMAIL OU MENSAGENS INSTANTÂNEAS

Forneça seu endereço de e-mail principal unicamente às pessoas que conhece. Evite incluir seu endereço em diretórios da Internet e sites de anúncios de emprego. Nem sequer revele seu endereço no seu próprio site (a menos que o disfarce, como descrito mais abaixo).

Crie um endereço de e-mail para seu uso exclusivo em transações na Web. Considere o uso de um serviço de e-mail gratuito para conservar a privacidade de seu endereço principal. Quando a recepção de e-mail indesejado alcançar um nível que já não seja tolerável, simplesmente o abandone e crie um novo.

Crie um endereço difícil de adivinhar. Experimente usar combinações de letras, números e outros caracteres, por exemplo Lola2Negrao9@exemplo.com ou J0se_L0pes@exemplo.com (onde a letra “o” foi substituída pelo zero). Alguns estudos demonstram que os usuários com esse tipo de endereço recebem uma quantidade menor de e-mail indesejado.

Disfarce seu endereço de e-mail quando o utilizar em grupos de notícias, salas de bate-papo, fóruns de discussão ou qualquer outro tipo de página Web pública (por exemplo, poderia usar Maria ARROBA exemplo PONTO com). Desse modo, os usuários poderão interpretar seu endereço, mas, normalmente, os programas automáticos que os criadores de e-mail indesejado utilizam não encontrarão o modo de fazê-lo.

Cuidado com as caixas de opção marcadas de forma pré-determinada. Durante as compras on-line, algumas empresas incluem caixas de opção pré-selecionadas para indicar que contam com seu consentimento para vender ou oferecer seu endereço de e-mail a terceiros. Se você não está de acordo, elimine a marca dessas caixas.
Sugestão: Quando se inscrever em serviços baseados na Web, como transações bancárias, compras ou boletins de notícias, leia atenciosamente a política de privacidade antes de fornecer seu endereço de e-mail. Ao contrário, e inadvertidamente, você poderia conceder sua permissão para que esses serviços compartilhem com outros a sua informação pessoal. A política de privacidade deve incluir circunstâncias e termos segundo os quais se compartilhará essa informação confidencial. Se o site não oferece uma declaração de privacidade, considere abandonar esse serviço e procurar um outro.

AUMENTE O NÍVEL DE SEGURANÇA DE SEU COMPUTADOR

Você pode reduzir o risco que representam os piratas de computador, vírus e worms mediante o uso de um servidor de segurança (Firewall), da instalação de software antivírus (com atualizações freqüentes) e da atualização regular do Windows e Office. Obtenha mais informações sobre como proteger seu computador na seção ‘Segurança Básica, Proteja seu Equipamento.’

SUGESTÕES SOBRE EMAIL INDESEJADO: O QUE FAZER COM ESSAS MENSAGENS

Se depois de implementar filtros, políticas de divulgação de e-mails, etc., ainda receber e-mails não solicitados, isto é o que recomendamos que você faça com eles:

Ignore o e-mail indesejado.
Elimine as mensagens de e-mail indesejado sem abri-las. Algumas vezes, alertamos os criadores desse tipo de e-mail simplesmente ao abrir as mensagens.

Não responda às mensagens de e-mail indesejado a menos que esteja totalmente seguro da legitimidade de sua origem. Tampouco responda às mensagens que oferecem a opção “Retirar-me da lista de e-mails”.

Não forneça dados pessoais em mensagens instantâneas ou de e-mail. Poderia se tratar de uma farsa. A maioria das organizações legítimas não solicita informação pessoal por e-mail. Se receber uma solicitação desse tipo de uma empresa na qual confia, como seu banco ou sua empresa de crédito, comprove a autenticidade da mensagem antes de responder. Ligue para a empresa em questão fazendo uso do número de telefone incluso no cartão de crédito, em uma fatura ou na lista telefônica. Não utilize as opções de contato que possam aparecer na mensagem. Quando se trata de uma solicitação legítima, o departamento de atendimento ao cliente da empresa deve poder ajudá-lo.

Pense duas vezes antes de abrir arquivos anexos ou clicar em links inclusos em mensagens instantâneas ou de e-mail, ainda que conheça o remetente. Se não pode confirmar a segurança do link ou dos dados anexos com o remetente, elimine a mensagem. (Se necessita abrir um arquivo anexo do qual não esteja seguro, salve-o primeiro em seu disco rígido, de modo que seu software antivírus possa comprová-lo antes de abri-lo.)

Não realize compras nem ofereça donativos a instituições beneficentes que se apresentem através de e-mail indesejado. Os criadores desse tipo de e-mail costumam trocar ou vender os endereços de e-mail das pessoas que realizaram compras a partir de suas mensagens, o que aumentará a quantidade de e-mail indesejado que você recebe. Além disso, os criadores de e-mail indesejado podem obter benefícios substanciais dessas compras. Resista à tentação de adquirir produtos através de e-mails indesejados. Dessa forma, você contribuirá para que seus criadores fiquem sem trabalho.
Os invasores utilizam e-mail indesejado para se aproveitar das boas intenções das pessoas que desejam oferecer ajuda àqueles que precisam. Se você receber uma mensagem de uma instituição beneficente a que você gostaria de proporcionar apoio econômico, evite cair em uma farsa: ligue para a organização diretamente para averiguar como pode contribuir.

Não reenvie mensagens de e-mail em cadeia (também chamadas de correntes). Além de perder o controle sobre quem poderá ver seu endereço de e-mail, você poderia contribuir para transmissão de um vírus ou mensagem falsa. É provável que sejam os mesmos criadores de e-mail indesejado que iniciam a distribuição de mensagens em cadeia com a intenção de reunir endereços de e-mail. Se você não está seguro da autenticidade de uma mensagem, um site como o Hoaxbusters (em inglês) pode ajudá-lo a distinguir as mensagens legítimas das mal-intencionadas.

Nota: Pode ser desconfortável receber mensagens indesejadas na sua própria conta. O que ocorrerá primeiro é que alguém tomou controle de sua conta para enviar mensagens a você ou, ainda pior, para enviar mensagens a outros usuários, que confiariam em você como remetente. Não é muito provável que esse seja o caso. Com certeza o invasor falsificou os cabeçalhos (que incluem seu endereço de e-mail) para dar credibilidade à sua mensagem e além disso conseguir que as mensagens não fiquem bloqueadas por filtros ativos de e-mail.

Denuncie o recebimento de mensagens fraudulentas ou abusivas.
Se você se sente vítima de abuso, acusação ou ameaças por e-mail ou acredita que recebeu uma mensagem de phishing, não tenha dúvidas em denunciar. Pelo menos desse modo talvez você consiga evitar que outros usuários se tornem vítimas das mesmas farsas.

Informe o recebimento de mensagens de abuso, acusação ou ameaças por e-mail ao seu provedor de serviços de Internet (ISP).

Denuncie o recebimento de qualquer e-mail falso de phishing ou mensagem fraudulenta à organização cuja identidade pretendem falsificar. Entre em contato com essa organização diretamente; não utilize para isso a mensagem recebida. É provável que a empresa em questão disponha de um endereço de e-mail especial para a denúncia desses abusos (por exemplo, abuse@msn.com pode ser utilizado para informar sobre esse tipo de mensagens em relação ao MSN).
Sugestão: Se você utiliza o MSN Hotmail, pode utilizar o botão Indesejado para informar o recebimento de mensagens indesejadas inclusive antes de abri-las. Se você utiliza qualquer outro programa de e-mail da Microsoft, como o Microsoft Outlook ou o MSN Hotmail, a melhor recomendação é que relate o seu ISP. Verifique por telefone ou no site para qual endereço deve relatá-lo.

 
 
 
 
  camara-e.net  
Visanet Redecard Google Americanas CompraFácil Extra Livraria Cultura Magazine Luíza Marisa AutoZ Sack's Saraiva Siciliano Videolar Submarino Tok&Stok Ponto Frio e-facil ShopTime WalMart American Express