Central de Apoio ao Internauta
 
 Imprensa » Releases Entrevistas  |   Notícias   |   « voltar
 
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Insight Engenharia de Comunicação; Regina Lima
(11) 3284-6147regina@insightnet.com.br
mês   ano 

18/05/2010
Comércio eletrônico passa o Dia das Mães com a confiança do consumidor em alta
Índice de satisfação com o atendimento das lojas nas compras feitas durante o mês de Abril foi de 86,03%

O Índice de Confiança do e-consumidor referente ao mês de Abril demonstrou a tranqüilidade encontrada pelas pessoas que compraram presentes do Dia das Mães pela Internet. O estudo levou em conta a opinião de 107.395 pessoas que adquiriram produtos pela rede entre 01 e 30 /04. Delas, 86,03% se disseram satisfeitas com o resultado da transação. O indicador é desenvolvido pela e-bit, empresa especializada em informações de e-commerce, em parceria com o Movimento Internet Segura (MIS), comitê da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), dedicado a atuar na educação do usuário final em relação às melhores práticas na web.

A coordenadora do MIS, Marinês de Assis Gomes, afirma que o resultado de abril é mais uma demonstração do esforço que as lojas vêm fazendo para atender com eficiência o consumidor mesmo nas situações em que o volume de transações é muito maior do que o normal. “O canal Internet está muito aquecido nos últimos meses com algumas lojas experimentando movimentação semelhante à época do Natal. Mesmo assim a variação no indicador de satisfação tem sido muito pequena e sempre se mantendo acima da marca considerada ideal”, diz.

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) considera 85% o nível de excelência para avaliar a confiabilidade do usuário sobre o setor. “Estamos conseguindo manter uma média de 1 a 2 pontos percentuais acima desta base e isto é bastante significativo se considerarmos que nossa marca de corte é superior inclusive à de países como os Estado Unidos, onde a confiabilidade é considerada satisfatória quando fica acima de 80%”, afirma o diretor executivo da camara-e.net, Gerson Rolim.

Os números divulgados recentemente pela e-bit, como resultado de faturamento da Internet para o Dia das Mães, confirmam o aquecimento das compras em lojas virtuais. O estudo revela que o comércio eletrônico faturou R$ 625 milhões em vendas de bens de consumo nesse ano, o que representaria um acréscimo nominal de 42% ante os R$ 440 milhões registrados em 2009. O período de vendas contabilizado pela e-bit para a data sazonal foi entre 25/04/2010 e 09/05/2010.

“O comércio eletrônico mostra que continua seu crescimento a passos largos. Com as ótimas oportunidades do canal, aliadas ao aumento significativo do crédito, tivemos um ótimo desempenho nesse Dia das Mães”, declara o diretor da e-bit Pedro Guasti.

Nas pesquisas que medem a confiabilidade os e-consumidores são estimulados a expressar o nível de satisfação com base em 10 quesitos: Facilidade de Comprar, Seleção de Produtos, Informação sobre os Produtos, Preços, Navegação, Entrega no Prazo, Qualidade dos Produtos, Qualidade do Atendimento a Clientes, Política de Privacidade e Manuseio e Envio dos Produtos.

Sobre a e-bit
Presente no mercado brasileiro desde janeiro de 2000, a e-bit conquistou destaque no desenvolvimento do comércio eletrônico no país sendo referência no fornecimento de informações de e-commerce. A e-bit oferece serviços tanto para empresas como para o consumidor online. Para os consumidores, a e-bit atua como um consultor de compras pela internet, publicando em seu site (www.ebit.com.br) as avaliações das pessoas que realmente compraram nas lojas virtuais. Já, as informações sobre os serviços direcionados às empresas podem ser encontradas no site institucional da e-bit (www.ebitempresa.com.br).

Sobre o Movimento Internet Segura

O Movimento Internet Segura (MIS- WWW.internetsegura.org) foi criado em setembro de 2004 sob a coordenação da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net). Desde sua fundação a preocupação principal do MIS foi a de atuar na educação do usuário de Internet no sentido de evitar que as pessoas façam transações na rede de forma insegura caindo em golpes, ou que simplesmente deixem de fazer compras na rede acreditando que essa é uma prática insegura. A partir do final de 2008, o Movimento incorporou ao escopo de sua atuação a defesa da infância e da adolescência, fornecendo informações aos pais, responsáveis e aos próprios menores para que eles saibam reconhecer e evitar ações de mau feitores.

A iniciativa conta com a participação direta das empresas American Express, Americanas.com, Auto Z (portal do grupo Dpaschoal), Carrefour, Certisign, Comprafacil.com.br, eFacil (Portal do atacadista Martins), Extra.com.br, Gemalto, Google, LivrariaCultura.com.br, LivrariaSaraiva.com.br, MagazineLuiza.com.br, Marisa.com.br, Microsoft, Ponto Frio, Redecard, Sack’s, Serasa, Shoptime.com.br, Siciliano.com.br, Submarino.com.br, TokStok.com, Verisign, Videolar.com, Visanet e Wal Mart.

No endereço www.internetsegura.org, o internauta recebe informações didáticas sobre segurança e integridade na navegação pela Internet e pode acessar à Central de Apoio ao Internauta, que responde dúvidas por e-mail sobre todos os assuntos relativos à questão da segurança na rede.
 
 
 
     
 
 
  camara-e.net  
Visanet Redecard Google Americanas CompraFácil Extra Livraria Cultura Magazine Luíza Marisa AutoZ Sack's Saraiva Siciliano Videolar Submarino Tok&Stok Ponto Frio e-facil ShopTime WalMart American Express